assinatura
HOME

A gasolina aditivada é bem diferente da gasolina comum, você sabe por quê?


A gasolina é um combustível produzido a partir da refinação do petróleo. É composta, principalmente, por hidrocarbonetos, além de outros compostos em menor quantidade, como o enxofre. Sendo o combustível mais utilizado em automóveis e motocicletas, atualmente, é um dos principais produtos produzidos pela Petrobras.


A gasolina, ao deixar as distribuidoras, pode receber alguns elementos extras em sua composição, os chamados aditivos, que têm funções que visam melhorar a performance do combustível.

Você sabe quais são esses aditivos que fazem parte da gasolina aditivada?


Tipos de gasolina aditivada




A gasolina comum, ao fazer seu trajeto pelo motor do veículo, acaba por deixar para trás resíduos que podem causar entupimento e desgaste das peças a longo prazo, o que pode resultar em algumas visitas extras ao mecânico.

Para coibir quaisquer danos ao veículo, é acrescentado à gasolina pura alguns aditivos químicos com objetivos bem particulares, eles são:


• aditivo detergente: visa reduzir a sujeira no sistema de injeção e no motor, resultante da queima do combustível, de forma a melhorar a combustão da gasolina;
• aditivo inibidor de corrosão: aditivo que protege as zonas de circulação de combustível, reduzindo a corrosão;
• aditivo desemulsificante: um agente que promove a separação da água no sistema de distribuição e armazenagem do combustível, diminuindo a corrosão;
• aditivo solvente sintético: por ser estável a altas temperaturas, provoca resíduos muito menores durante a queima que se realiza na câmara de combustão do motor.
Estes são os agentes que as distribuidoras podem aplicar à gasolina, logo na composição do combustível. Ou seja, é respeitado a proporção e o resultado de diversos estudos antes de se adicionar estes aditivos, resultando em uma gasolina aditivada que não peca em eficiência.


Para que seja diferenciada de sua versão comum, a gasolina aditivada costuma receber corantes que não influenciam em sua qualidade. A maioria das produtoras nacionais adotam a cor verde para suas gasolinas aditivadas.

Aditivos complementares



Há também aditivos complementares, vendidos nos postos e oficinas autorizadas, que são geralmente compostos detergentes com o objetivo de “limpar” o motor. O problema destes aditivos complementares é que como são misturados à gasolina, sem considerar-se as devidas proporções, eles podem resultar em efeito contrário ao esperado, ou efeito algum, já que podem ir contra os aditivos que já compõe a gasolina.

Se for utilizar estes aditivos complementares, tenha muita atenção à gasolina utilizada e as devidas proporções sugeridas no rótulo.

Abastecer com gasolina aditivada ou comum?




Como falado, a gasolina aditivada tem qualidades que podem fazer a diferença no desempenho do seu veículo.

Se você sempre abasteceu com gasolina comum, talvez seja a hora de abastecer com a gasolina aditivada. Como ela possui características detergentes e antioxidantes, ela vai dar fim a quaisquer resíduos no sistema de alimentação do veículo, como os injetores e a válvula de admissão, por exemplo.

Uma dica é começar abastecendo de maneira gradual, 50% de gasolina comum e 50% de gasolina aditivada, e ir acompanhando o desempenho do veículo até se sentir confiante para abastecer apenas com a gasolina aditivada.

A gasolina aditivada permite que o motor do veículo funcione da melhor maneira possível, por muito mais tempo, reduzindo o consumo de combustível e o número de visitas à manutenção.

Deixe uma resposta

Blog da Rio Branco é desenvolvido em WordPress. Editado por Andressa Aparecida Santos.

Copyright 2011 - Distribuidora Rio Branco.
www.riobrancopetroleo.com.br