assinatura
HOME



A evolução constante dos carros tem nos trazido melhorias notáveis na forma com que dirigimos. Se compararmos o primeiro carro criado, em 1885, com o modelo mais moderno deste ano, veremos melhorias incríveis na arquitetura e na mecânica, o que resulta em mais conforto, potência, economia, segurança e estilo.

A tecnologia não para e, dessa maneira, os veículos têm se tornado cada vez mais eficientes em atender às necessidades dos motoristas. A direção mecânica, por exemplo, ficou para trás por exigir muito esforço do condutor, sendo substituída pela direção hidráulica e elétrica.

Mas, qual a diferença dessas duas?


Direção hidráulica


A direção hidráulica surgiu para substituir a rudimentar, e nada confortável, direção mecânica, que exige bastante esforço do condutor.

Diferente da direção mecânica, que funciona por meio de um sistema simples que envolve o volante, a caixa de direção e as barras de direção, a direção hidráulica tem seu funcionamento por meio de um elaborado sistema hidráulico, dotado de uma bomba hidráulica, um reservatório de óleo e uma série de mangueiras de baixa e alta pressão que ficam encarregadas pela circulação do fluido.

Assim que o volante é girado, a bomba hidráulica, alimentada pelo movimento de uma correia interligada ao motor, faz o fluido do sistema circular sob pressão e fazer a válvula se abrir e fechar, permitindo que o óleo sob pressão aplique força no pistão destinado a acionar a barra de direção, assim, auxiliando na condução do veículo. Por isso é tão mais fácil e confortável dirigir um carro de direção hidráulica, se comparado a um veículo de direção mecânica.

Os problemas desse tipo direção é que, ainda que seja mais barata, peca por exigir muita manutenção e muito desempenho do motor.


Direção elétrica



A direção elétrica surgiu como uma opção mais moderna, exigindo menos manutenção e oferecendo mais benefícios.

Seu propósito continua sendo o mesmo da direção hidráulica; facilitar a condução do carro. Só que ela alcança esse objetivo por meio de um sistema mais moderno que faz uso de um motor elétrico junto a caixa de direção, o que resulta em menos esforço do motor.

De forma simples, assim que os sensores deste motor elétrico detectam que o volante está sendo virado, ele calcula a força do movimento e aplica a força necessária para virar as rodas, não deixando de considerar também a velocidade atual do veículo.

Sim, é praticamente um computador de bordo. Inteligente e eficiente!

Sua manutenção, diferente do sistema anterior, é praticamente desnecessária, já que não faz uso de óleo, bomba, correia e outros componentes propensos ao desgaste. Também é o que possibilita a existência de itens mais sofisticados, como sistema de estacionamento automático, manutenção de faixa e condução semiautônoma.

Então, entendeu as diferenças entre a direção hidráulica e a elétrica? Ambas são um avanço na forma de se dirigir, e ambas deixam o trabalho de dirigir um carro muito mais prazeroso.

Deixe uma resposta

Blog da Rio Branco é desenvolvido em WordPress. Editado por Andressa Aparecida Santos.

Copyright 2011 - Distribuidora Rio Branco.
www.riobrancopetroleo.com.br